A Fibromialgia é uma doença que afeta cerca de 3% da população brasileira, segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia. Algumas alternativas podem ajudar a diminuir as dores causadas por essa terrível doença, que se caracteriza por fadiga crônica, fadiga mitocondrial, falta de  sono e dores musculares intermitentes. Estudos recentes apontam que pacientes com fibromialgia são deficientes em numerosos aminoácidos essenciais, além de possuírem carência nutricional. Os aminoácidos, por exemplo,  desempenham um papel importante  no funcionamento dos neurotransmissores, colesterol, metabolismo de carboidratos, processos inflamatórios e de desintoxicação. Por isso, ao iniciar o tratamento em um paciente, buscamos descobrir o que realmente se passa no organismo do mesmo, através de testes e exames específicos realizados por diversos especialistas aqui na Longevittá. E assim, repondo os nutrientes que estão em falta, conseguimos diminuir os sintomas da fibromialgia.

Fibromialgia: Você não precisa conviver com tanta dor.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.